Instituição

  • História
  • Missão, Visão e Valores
  • Órgãos Sociais
  • Documentos Institucionais

Estávamos em 1998.

Canidelo, bela freguesia do Concelho de Vila Nova de Gaia, a terceira maior em área geográfica, com cerca de 25.000 habitantes, apresentava uma ausência total de equipamentos sociais destinados à população sénior.

Um grupo de Canidelenses conscientes desta lacuna decidiu avançar com a fundação de uma associação de âmbito social para o desenvolvimento da freguesia.

Nasceu, assim, a ASSOCIAÇÃO DE SOLIDARIEDADE SOCIAL DOS IDOSOS DE CANIDELO, constituída sem fins lucrativos, com o propósito de colmatar as carências sociais da freguesia de Canidelo.

A Direção da A.S.S.I.C. traçou um plano de atuação que contemplava a construção de um edifício onde teriam lugar várias valências: Centro de Convívio, Centro de Dia, Apoio Domiciliário e Lar-Residência. 

Com esse fim, a Associação procurou encontrar um terreno que oferecesse as condições adequadas a implementação do projeto.

Encontrou na pessoa do Senhor Engenheiro RUI LEITE CASTRO o benemérito disposto a ceder um terreno para a construção.

Esse terreno de 3.551 ficou na posse da Câmara de Vila Nova de Gaia como contrapartida da área destinada ao domínio público exigida pelo loteamento do Lugar das Araújas, local assim chamado da localização do terreno. 

Aguardando a possibilidade de ter o usufruto do terreno a fim de concorrer a fundos estruturais, a Associação iniciou a valência de Centro de Convívio ao abrigo de uma Parceria com a Paróquia de Canidelo.

Após várias candidaturas a fundos europeus, (PIDDAC - PARES 1 - PARES 2 – POPH) com indeferimentos que não foram da responsabilidade da ASSIC – continua por concretizar o sonho acalentado pelos sócios fundadores.

Aguardando a possibilidade de concorrer a novos fundos, iniciou-se no entanto, em regime de parcerias, o SERVIÇO DE APOIO DOMICILIÁRIO e o serviço de distribuição de REFEIÇÕES.

Em colaboração com a Junta de Freguesia foi criada uma pequena loja social.

Paralelamente às atividades existentes e sendo a nossa Associação de Intervenção Social, iniciamos o acompanhamento de famílias carenciadas da freguesia através da entrega de cabazes de géneros alimentares, de roupa e demais necessidades.

Estamos a continuar o nosso caminho no sentido da concretização do projeto da construção faseada do nosso COMPLEXO GERIÁTRICO adaptado às novas realidades e desejos de uma população cada vez mais exigente e meritória de finalizar a sua vida com dignidade e respeito.

…e assim continuaremos a trabalhar …. Com empenho e amor pelas causas sociais…

 

CRONOLOGIA:

1999: 
19 de Abril:
 Constituição da Associação de Solidariedade Social dos Idosos de Canidelo.

2000: 
Fevereiro:
 Eleição dos primeiros corpos sociais para o biénio 2000/2001.

Junho: Aprovação e registo da Associação de Solidariedade Social dos Idosos de Canidelo como IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social), sendo reconhecida como pessoa coletiva de Utilidade Pública.

2001: 
Fevereiro: 
Terreno cedido pelo Sr. Engenheiro Rui Leite de Castro para futuras instalações.

Setembro: Inscrição na União Distrital das IPSS

2002:

POLO 1 

25 de Abril: Inauguração do Centro de Convívio situado no Centro Paroquial da Freguesia.

Setembro: Aquisição de uma carrinha de 9 lugares.

2003: 
Março:
 Assinatura do Acordo com o banco alimentar.

Continuação da tentativa de legalização do terreno sito no Lugar das Araújas.

2004:

Assinatura do Acordo de Cooperação com a Segurança Social para a valência de Centro de Convívio, com capacidade para 35 idosos.

2005:

Tentativa de Candidatura ao PIDDAC mas sem sucesso por falta do comprovativo da posse do terreno que deveria já ser pertença da Câmara de Vila Nova de Gaia.

2006: 
25 de Maio:
 Apresentação da candidatura ao PROGRAMA PARES I.

2007:
16 de Fevereiro: 
Assinatura do contrato de comodato com a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.

21 de Fevereiro: Apresentação da candidatura ao PROGRAMA PARES II.

2009:

Apresentação da candidatura ao Programa Operacional Potencial Humano (POPH) ao abrigo do QREN.

20 de Abril: Assinatura do contrato de cedência do terreno em Regime de Direito de Superfície pela C.M. Gaia

2011:
Maio: Início da atividade de SERVIÇO de APOIO DOMICILIÁRIO em parceria com a empresa LAÇOS COM FUTURO.

2012:
Fevereiro: Início da parceria com a Escola Secundária Inês de Castro para o fornecimento de refeições.

Agosto: Obras de beneficiação do Centro de Convívio (novos sanitários).

2013:
Novembro:
 Reinício das negociações para elaboração de um novo projeto.

2014:
Julho: 
Aquisição de uma carrinha de 2 lugares para a distribuição de refeições.

Novembro: Início do Acompanhamento a Famílias carenciadas.

 

A nossa bandeira:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CORES E SÍMBOLOS:

FUNDO BRANCO = Símbolo da paz.

FUNDO VERDE = Símbolo da esperança.


EM OURO VELHO:

LETRAS   = Símbolo do diálogo;

ARGOLAS = Símbolo da união

CADEADO = Símbolo de Ligação

REBORDO = Símbolo do Envolvimento

(A IDADE DE OURO)

 

Sócios fundadores:

- Joaquim da Silva Caldeira de Magalhães;

- Martinho Alves dos Santos;

- Lindalva Maria Gomes Pereira dos Santos;

- Manuel Rodrigues de Oliveira;

- Maria do Carmo Carvalho;

- Manuel do Couto Camelo;

- Clarice Cecília Ferreira Guimarães;

MISSÃO:

Prestar serviços SOCIAIS DE QUALIDADE à Comunidade e Associados.

 

VISÃO:

Ser reconhecida como uma Instituição Particular de Solidariedade Social de referência.

 

VALORES:

Valorizar a Pessoa

Satisfazer as necessidades e as expectativas dos nossos clientes, com competência, responsabilidade e soluções adequadas.

Ser Parceiro

Estabelecer relações de confiança de longo prazo, mutuamente benéficas com os nossos parceiros, procurando identificar e aprofundar relações de parceria que nos ajudem a concretizar os nossos objectivos.

Melhorar constantemente

Ser uma organização em constante evolução e inovação de práticas, através do envolvimento da direção, dos colaboradores, dos clientes, voluntários, sócios e da comunidade.

Praticar a Equidade e a Transparência

Comprometemo-nos a promover a igualdade de direitos e deveres dos nossos colaboradores, clientes, parceiros, sócios, voluntários e comunidade em geral, movidos pela prática da equidade e da transparência.

Órgãos Sociais Para O Quadriénio 2017/2020


ASSEMBLEIA GERAL:

Presidente: Guilherme António Andressen Castro Henriques.

Secretários:   Francisco José Barros da Silva

                     Tomás António da Silva Monteiro.


 

DIREÇÃO:

Presidente: Joaquim Seara Fernandes.

Vice-Presidente: Lindalva Maria dos Santos Costa.

Secretário: Armindo Canha Pinheiro da Silva.

Tesoureira: Margarida Silvina Gonçalves Monteiro Silva.

Vogal: Afonso Alberto Dias Pereira

Suplente: Julieta Maria Teixeira Almeida Lopes


 

CONSELHO FISCAL:

Presidente: Alberto Gonçalves Teixeira.

Vogais: Rosa Maria da Silva Ferreira Gonçalves.

            Rosa Maria Marques Pereira Rego.